domingo, 18 de outubro de 2009

NAS ENTRELINHAS DA VIDA

"Todas as palavras tomadas literalmente são falsas. A verdade mora no silêncio que existe em volta das palavras. Prestar atenção ao que não foi dito, ler as entrelinhas. A atenção flutua: toca as palavras sem ser por elas enfeitiçada. Cuidado com a sedução da clareza! Cuidado com o engano do óbvio!"
Rubem Alves
No meu tempo de faculdade eu conheci e continuo apreciando os textos de Rubem Alves (pensador, psicanalista, professor, escritor, poeta...). E para tanto, tive uma professora que nos motivava a conhecer boas produções como a do referido autor, bem como nos estimulava a ler ler as entrelinhas dos textos, das figuras, da vida.
(saudades da amada professora Indiamara).
Na verdade, a vida também me ensinou a fazer a leitura de mundo.
Hoje, não leio apenas palavras, figuras óbvias, aprendi a ler as entrelinhas!
Não sou mais "inocente", ou deixei de ser ignorante sobre muitas questões da vida?
As vezes tenho dúvida se é bom fazer uma leitura mais apurada.
Lamento, quando leio as entrelinhas de alguns textos, de fotos expostas no orkut, de comentários das mesmas, de comunidades, de vídeos, de comportamentos, de falta de amor, de ausência de compaixão, de carência de humildade.
Fico triste de saber que muitos professores, pais, pastores, líderes são analfabetos na leitura das entrelinhas. São, ou fazem de conta que são?
Tudo em nome da modernidade, da moda, da vaidade, da idolatria.
Não sou radical, nem extremista, apenas não mudo o nome do pecado para "problemas" e leio as entrelinhas das situações!
"A alma é uma borboleta...há um instante em que uma voz nos diz que chegou o momento de uma grande metamorfose..."Rubem Alves"

2 comentários:

Marcia do Rafa disse...

Acredito que fazem de conta... É mais fácil ignorar do que tratar porque tratamento envolve confronto e muitos tem medo... Eu perdi esse medo faz tempo o meu medo é de não ir para o céu e ponto.

Patrícia Angélica disse...

Cleo, pode me ajudar? Uma grande amiga perdeu o marido neste fim de semana trágico aqui no Rio de Janeiro. Procurei um conforto na Bíblia mas estou tão perdida. Me sinto sem chão, afinal poderia ser comigo ou com qualquer um.
Se vc puder, me dá uma dica Bíblica? Pode enviar para meu e-mail: patriciaangelica@eajjoc.com.br

Beijos