quarta-feira, 5 de outubro de 2011

Meu Carpinteiro

 
Sobrevivente  sou da tempestade que passou
 Minha casa desabou
Uma base feita de ilusões
Em meio aos escombros, Jesus me  encontrou
  Meu salvador, meu carpinteiro  O reconstrutor
 Na adversidade descubro quem eu sou
 Humano dependente do Senhor
O meu carpinteiro é Jesus
 Minha casa Ele consertou
 Se a tempestade voltar
Ela não vai desabar
 Todo sofrimento acabou
 Como chuva de verão passou
Assim como a igreja sobre a pedra
Minha casa Ele edificou
Minha casa Ele consertou
 Eis que tudo novo se tornou
Vivo pra contar o que Ele faz
 A tragédia não roubou minha paz
 Ele não deixou
Minha casa Ele edificou
Vivo pra contar o que Ele faz
 Ele é demais.  (Meu Carpinteiro - Anderson Freire).

1 comentários:

Patrícia Angélica Gonçalves Pereira disse...

Dispensa qualquer comentário!

Bjks.

E a gestação? Está tudo Ok?

Se cuida tá!