segunda-feira, 18 de julho de 2011

Isto Eu Aprendi Com Um Padre


Há anos atrás eu fiz parte da equipe interdisciplinar dos abrigos de adolescentes (o abrigo de meninas e de meninos) na minha cidade e nos estudos de casos e também nas conversas informais, eu me inteirava de frustrações, sonhos, decepções e tantos outros sentimentos e fatos na vida daqueles adolescentes.
Entre estes, havia uma adolescente que partilhara o sonho de ter uma festa de 15 anos, é claro que não era apenas este, entretanto, por alguma razão, senti no meu coração um grande desejo de realizar este sonho.

Entre a equipe de técnicos e educadores, alguns apoiavam a proposta, outros não, pois acreditavam que a garota não era merecedora uma vez que esta constantemente apresentava comportamento mau e delitos. Outro fator contrário é que a prefeitura, mantenedora dos abrigos não disponibilizava verba para eventos desta ordem.

Mesmo diante dos obstáculos eu não desisti, encontrei ajuda de muitos, mas em especial a coordenadora administrativa do abrigo tentava impedir a festa e por conta disso, compreendi que a festa sairia só se fosse mesmo da vontade de Deus...

Enquanto não tinha um retorno positivo por todos envolvidos não podia reservar um salão para o evento. Quando a festa foi liberada precisávamos além de encontrar um salão disponível no dia do aniversário, ainda precisava ser grátis. Depois de muito procurar e me frustrar resolvi pedir o salão da igreja católica na mesma quadra do abrigo. Para minha surpresa, conversando com o Padre descobri que a igreja havia sido assaltada naquela semana e ironicamente por umas adolescentes do abrigo, e devido ao fato das adolescentes  terem praticado algumas coisas na igreja que de acordo com o regimento da mesma, as portas da frente não poderiam serem abertas durante alguns dias, o salão de festa também manteria suas portas fechadas conforme o costume da instituição.
Eu estava realmente sem saber o que fazer, então pedi ao Padre para nos arrumar o salão e nos comprometeríamos a não abrir a porta da frente, orientaríamos os convidados a entrarem pelas portas do fundo.

Diante do meu pedido o Padre suspirou e com os olhos marejados me disse que do mesmo modo que não podia desrespeitar o estatuto da igreja, também não poderia tirar o ENTUSIASMO da adolescente, nem o meu ENTUSIASMO, pois acreditava que entrar pelas portas do fundo tiraria o “brilho” da festa e consequentemente , frustraria nosso ENTUSIASMO. Desse modo o Padre comovido, me pediu um tempo para que ele arrumasse outro salão, e assim fez, arrumou e pagou o aluguel de um outro  salão para que a festa acontecesse. Glória a Deus, a festa foi linda com muito ENTUSIASMO e até aqueles que eram contra contribuíram.

Pois bem, ao ver a ênfase  do padre quanto ao nosso ENTUSIAMO,( ele dissera que jamais devemos “matar” o entusiasmo de alguém), fui pesquisar o significado da referida palavra, aí compreendi o porquê do Padre ENTUSIASMADO nos ajudar.  Etimologicamente falando, compreendo a profundidade da composição da palavra Entusiasmo, é composta de duas palavras: do grego en + theos, que literalmente quer dizer "em Deus".
Entusiasmo é diferente de otimismo, Um otimista “espera” que a coisa de certo. Um entusiasta “trabalha” para que dê certo.

É comum encontrarmos pessoas otimistas, porém difícil de encontrar entusiasmo nas pessoas.
É ma-ra-vi-lho-so  ouvir  de Deus o que Ele espera que façamos mesmo que pareça sem sentido para muitos, todavia, é doloroso ver a reação de alguns que não tem a mesma sensibilidade mesmo parecendo ser otimistas.

Mais ruim do que ouvir um : “não faça isto”, é ouvir: “faça de qualquer jeito”, em outras palavras, é lamentável quando as pessoas querem frustrar o ENTUSIASMO de alguém de um modo sutil, mais ou menos assim: ex:” olha, é formatura de ensino médio do João,ele quer muito participar, mas como “o dinheiro que tem não pode ser usado com isto, então deixa  ele ir para a universidade, depois, quando der ele volta fazer a formatura do Ensino Médio”! Meu Deus, como pode alguém fazer uma proposta tão insensível desse jeito? Mais me parece um insulto do que uma proposta!
Gosto muito da frase de um hino do Apocalipse 16 que diz: “o dinheiro move o mundo, mas não move quem o criou,muitos cristãos esquecem desta verdade, é lamentável!
Quando Deus nos leva a realizar algo é porque sabe que Ele nos dará condições e devemos fazer o melhor porque é para Ele!

Compreendo perfeitamente isto, longe de me orgulhar do meu passado ou presente, mas talvez tenha aprendido muitas coisas acerca das dificuldades da vida, assim como dos sonhos que pareçam impossíveis, tanto que penso entender a fala do apóstolo Paulo quando este afirma:
“...Tanto sei estar humilhado como também ser honrado;
de tudo e em todas as circunstâncias, já tenho experiência,
tanto de fartura como de fome;
assim de abundância como de escassez;
tudo posso naquele que me fortalece" (Filipenses 4.10-13).


Segundo afirma Albuquerque (2009, p 128) a etimologia da palavra vem do grego: Entusiasmo (do grego en + theos, literalmente 'em Deus') originalmente significava inspiração divina ou pela presença de Deus. Atualmente segundo o dicionário Michaellis (moderno dicionário da língua portuguesa), pode ser entendido como um estado de grande euforia e alegria, refletindo em uma consequente coragem.


Portanto não devemos frustrar o entusiasmo de ninguém...isto eu aprendi com um Padre!

2 comentários:

Deividh de Sá disse...

Busquemos juntar tesouros no céu, onde a traça não corroe e onde ladrão não rouba. Busquemos viver em ENTUSIASMO DE VIDA. Deixemos Aquele que bate à porta entrar e ceiar e que isto não seja apenas para os não convertidos, mas para nós cristãos que temos deixado a "correria" nos sufocar.
Bonita abordagem, muito interessante.

Marcia do Rafa disse...

Que lindo!
Desconhecia o significado desta palavra.